quarta-feira, 5 de agosto de 2015

# 136 : Miróbriga


Só durante estas últimas férias descobri a existência de Miróbriga, uma antiga cidade romana, situada perto de Santiago do Cacém, que ocupou o local de um antigo povoado da Idade do Ferro do século IX a.C. Como sou louca pela civilização Clássica e por arqueologia, não descansei enquanto não fui visitar as ruínas. Para grande alegria minha, descobri que parte da cidade estava, ainda, em elevado estado de conservação, proporcionando uma imagem óptima de como seria a arquitectura original.

Com a colonização romana, Miróbriga desenvolveu-se em torno do fórum, muito vocacionada para a área comercial. São visíveis, ainda, as ruínas das antigas tabernas, destinadas a esta prática. A cidade romana estende-se por mais de 2km, apresentando ruínas de edifícios de habitação (alguns dos quais com frescos bastante bem conservados), ruas pavimentadas, um hipódromo, termas, uma ponte e um fórum. As termas eram constituídas por dois edifícios adjacentes, acreditando-se que um se destinava aos cidadãos do sexo masculino e o outro aos do sexo feminino. As áreas residenciais ainda são pouco conhecidos, estando a decorrer, ainda, escavações.

Na época flaviana, o desenvolvimento da cidade foi intenso, podendo mesmo ter chegado a obter o estatuto de município, juntamente com Bracara Augusta e Conímbriga. O despovoamento de Miróbriga terá ocorrido, segundo os testemunhos arqueológicos até agora apurados, no século IV d.C., na altura da decadência do império romano registado amiúde em outras cidades.