quarta-feira, 15 de abril de 2015

# 70 : Atalho Real


Comer um bom pedaço de carne em Lisboa, num sítio agradável, já não é o que era. A Portugália anda a regredir a passos largos, há imenso tempo, e a Trindade vale cada vez menos o preço que se paga. Bitoques não é muito a minha praia e a Brasserie, embora se mantenha sempre no top, não permite visitas muito frequentes a quem tenha o mínimo de cuidado com a alimentação. Felizmente, surgiu o Atalho Real, para baralhar estas contas. 
Em pleno Príncipe Real, nas traseiras da Embaixada, encontramos um restaurante magnífico, onde a carne é rainha e, segundo consta, de verão, o sol vira o rei da festa. Sei que já abriu há algum tempo, mas só agora descobri este rico tesouro (shame on me!!). Estou desejosa que regressem as noites quentes, para poder usufruiu do terraço. A avaliar pela decoração excepcional da sala principal, o terraço deverá ser um verdadeiro encanto.
Para comer, pedimos um Bolo do Caco com manteiga e alho, que estava delicioso. Acompanho de uma imperial fresquíssima, foi tudo o que precisei para tirar o trabalho da cabeça e desfrutar de um óptimo jantar. Como prato principal, escolhi um Lombo no prato, mal passado, acompanhado por uma salada e gratin dauphinois (um género de batatas gratinadas com orégãos). Estava tudo fenomenal! A carne, que é de uma suavidade viciante, é servida grelhada, apenas com umas pedrinhas de sal. Para a acompanhar, servem um molho estilo pesto, de sabor extremamente rico, que é uma verdadeira delicia. Adorei o jantar!!