sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

# 27 : The Borgias

... The end!

Vou ter saudades de ver os Borgias, foi das séries mais gostei até hoje. Mais ainda do quanto gostei dos Tudors. Foi uma série fantástica, brilhante. Saber que foi cancelada por ser cara reconforta-me. A qualidade tem um preço e saber que a série foi cancelada por um excesso de qualidade só a torna ainda mais grandiosa.
São séries como esta que me fazem ter saudades de um tempo que não vivi. Estou ansiosa por ver a próxima que se lhe compare..


--

... The end! 

I'll miss watching the Borgias, it was one of the series I liked the most. Even more as I liked the Tudors. It was a fantastic series, brilliant. Knowing that it was canceled because it is expensive comforts me. Quality has a price and knowing that the series was canceled by an excess of quality just makes it even more grandiose. 
Are series like this that make me yearn for a time that I have not lived. I am eager to see the next one to compare him ..

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

# 26 : Full days are like this

(English version below)

Sabem aqueles dias tão intensos que parecem dois? Hoje tive um dia assim. Não via a hora de chegar a casa, tomar um bom banho, vestir o pijama mais confortável que tenho, deliciar-me com um comfy dinner e assistir a uma boa série..



--

You know those days so intensethet seem tha two? Today I had such a day like that. I do not wait to get home, have a bath, wear the most comfortable pajamas I have, indulge me with a comfy dinner and watch a good series ..

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

# 25 : Do I Wanna Know

(English version below)

Descobri o meu vicío para os próximos dias... um cover da música Do I Wanna Know dos Artic Monkeys cantado pelos MS MR. Está fabuloso!


--

I found my addiction for the next days ... A cover of Artic Monkeys' Do I Wanna Know sung by MS MR. It is fabulous!

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

# 24 : Salteado asiático de frango e legumes assados

Hoje estava a apetecer-me algo leve e saboroso, um jantar de ingredientes simples e que não demorasse muito tempo a preparar. Mesmo sem saber ainda o que fazer, fui para a cozinha e pus-me a inventar.. Ficou delicioso!!!

Salteado asiático de frango e legumes assados

Peito de frango cortado em tiras
Legumes assados (usei uma mistura de pimentos e courgette)
Cebola picada
Alho em pó
Azeite
Sal
Pimenta
Tomilho
Molho de soja
Mel

Num refogado rápido de azeite, cebola, alho em pó, sal, pimenta e tomilho, grelhei as tiras de frango. Quando estavam quase, juntei os legumes até ficarem levemente douradinhas. Reguei com um pouco de molho de soja e salpiquei com mel. Envolvi tudo bem e deixei cozinhar em lume brando por 1min.
Acompanhei o salteado com arroz branco... Estava fantástico, um leve toque doce, como eu gosto!!


--

Today I desired something light and tasty for dinner, something eith simple ingredients and that it did not take too long to prepare. Even without knowing yet what I would do, I went to the kitchen and I tried to create something new.. It was delicious! 

Asian sauteed with chicken and vegetables baked 

Chicken breast cut into strips 
Roasted vegetables (I used a mixture of peppers and zucchini) 
Chopped onion 
Garlic powder 
Olive oil 
Salt 
Pepper 
Thyme 
Soy sauce 
Honey 

In a quick sauté with olive oil, onion, garlic powder, salt, pepper and thyme, I grilled the chicken strips. When they were almost done, I joined the vegetables and waited until they are golden. Showered with a little soy sauce and sprinkled with honey. I wrapped it well and let it cook on low heat for 1 minute. 
I followed the sautéed with white rice ... It was fantastic, with a light sweet touch as I like!

domingo, 26 de janeiro de 2014

# 23 : O melhor deste fim-de-semana // Best off this weekend

(English version below)

Descobrir o dinossauro secreto do site da Vogue.uk. É giríssimo!! Para o ver, basta usar o código Konami quando entrar no site: cima, cima, baixo, baixo, esquerda, direita, esquerda, direita, b, a. 


Almoçar o prego de maminha em bolo do caco (fabuloso!) do Mercado de Campo de Ourique e, depois, assistir à peça Como Queiram no Teatro S. Luiz... foi um espectáculo fantástico. 



Boa semana :)

--

Discover the secret Dinosaur in Vogue.uk website. It awesome! To see it, just use the Konami code when entering the website: up, up, down, down, left, right, left, right, b, a.
Lunch in the Campo de Ourique Market and then see the play As You Like It in S. Theatre Luiz ... it was a fantastic show.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

# 22 : Sugestões para o fim-de-semana // Suggestions for the weekend

(English version below)

Parece que o Sol vem visitar Lisboa este fim-de-semana... finalmente! Já tínhamos saudades! E então, para comemorar, nada melhor do que corrermos à rua, aproveitando o ar puro e as belas paisagens que a cidade tem para nos oferecer. Por isso, no sábado, desça à baixa, passeie nas ruas e perca-se com a vista do Cais das Colunas, junto ao Terreiro do Paço. Se tiver sorte, a beira-rio estará cheia de gaivotas.

fonte: www.cm-lisboa.pt
Aproveite, como eu, os últimos dias da peça Como Queiram no Teatro Municipal S. Luiz. Como já conheça o texto, o mesmo da peça À vossa vontade a que assisti, no ano passado, no Teatro D. Maria, estou ansiosa por ver como a peça foi interpretada e imaginada pela Beatriz Batarda. Será a primeira vez que verei o mesmo texto interpretado duas vezes, por encenadores e actores diferentes. 


Por fim, a aproveitando que vai ao Chiado, escolha a sua tasquinha favorita e delicie-se com as inúmeras iguarias portuguesas, tomando uma refeição leve antes ou depois da peça, regada com uma boa conversa e um vinho português. Se o tempo estiver de feição, peça para ficar na esplanada. Não há nada melhor que um bom jantar ao ar livre nas ruas de Lisboa.


Bom fim-de-semana :)

Ahh, e não se esqueça. O a Cat in Lisbon também está aqui, para que não perca nada de nada!

--

It seems that the sun comes to visit Lisbon this weekend ... finally! And so, to celebrate, nothing better than we walking down the streets, enjoying the fresh air and the beautiful scenery that the city has to offer. So, on Saturday, go to downtown, wander the streets and lose yourself in the view of the Cais das Colunas, next to Terreiro do Paço. If you are lucky, the waterfront is full of seagulls.
Enjoy, like me, the last days of play As You Like It at the Municipal Theater S. Luiz . As I already know about the text, the same text that of a play that I attended last year at the D. Maria Theater, I am anxious to see how the text was interpreted and imagined by Beatriz Batarda. It will be the first time I'll see the same text interpreted twice by different directors and actors.
Finally, and since you are going to Chiado, choose your favorite tasquinha (typical restaurant) and indulge in the many Portuguese dishes, taking a light meal before or after the play, drizzled with good conversation and a Portuguese wine. If the weather is a feature, ask to stay on the terrace. There is nothing better than a good outdoor dining on the streets of Lisbon.
Have a nice weekend :)

Ahh , and do not forget: a Cat in Lisbon is also here , so you do not miss anything at all !


quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

# 21 : Fado

(English version below)

Enquanto cozinhava o jantar ao som de António Zambujo, lembrei-me de uma senhora que conheci no Fado em Alfama...

Em pé, junto ao palco, uma senhora israelita escutavam a Raquel Tavares com um enorme sorriso nos lábios. Estava apenas de visita a Lisboa, com o seu filho, e decidiu assistir aos concertos.  A RT cantava a Marcha de Alfama e toda a gente cantava com ela. Não percebendo o que cantávamos, a senhora perguntava-nos o que estávamos a dizer. Queria compreender o porquê de tanta força na voz, o porquê de estarmos todos a cantar em uníssono. Quando lhe explicávamos, ela repetia e gritava também, queria fazer parte daquela magia.
O concerto chegou ao fim, e com o fim veio um fado triste, tão sentido e tão português. Com a voz sublime da RT e a aquela sua maneira tão própria de sentir o que canta, fiquei cheia de lágrimas nos olhos. Olhei à minha volta e aquela tristeza nos olhares estava presente em todos aqueles que, como eu, ouviam o último fado... Estava presente em todos, excepto na senhora israelita. Ela sorria mais do que nunca, feliz, dançando ao ritmo da canção. Foi uma das imagens mais bonitas que já vi.


--

While cooking dinner to the sound of Antonio Zambujo, I reminded a lady I met at Fado em Alfama ...

Standing next to the stage, an Israeli woman listening to Raquel Tavares (RT) with a huge smile. She was just visiting Lisbon, with his son, and decided to attend the concerts. RT sang the Marcha de Alfama, and everyone sang with her. Not realizing what we sang, the lady asked us what we were saying. She wanted to understand why so much strength in voice, because we are all singing in unison. After we explained to her, she repeated shouted too, because se wanted to be part of that magic.
The concert came to an end, and with the end came a sad Portuguese fado. With the sublime voice of RT, I was full of tears. I looked around and this sadness in the eyes was present in everyone that, like me, heard the ultimate song... I was present in all of us except in the Israeli woman. She smiled more than ever, happy, dancing to the beat of the song . It was one of the most beautiful images I've ever seen.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

# 19 : Confissões de uma coffeeholic - A importância do copo de água // Confessions of a Coffeeholic - The importance of the glass of water

(English version below)

Se há pormenor que me faz adorar um café (espaço) é quando nos servem, com o café (bebida) e sem o pedirmos, um copo de água. É um pormenor imensamente simples e que marca toda a diferença. Em Portugal, não temos esse costume, como em Viena (Áustria), por exemplo, onde o copo de água já faz parte da tradição.
Não sendo uma mera cortesia, o copo de água têm um propósito específico: limpar o palato antes de tomarmos o café, para o podermos apreciar melhor. Para tornar a experiência ainda mais refinada, em vez de água mineral simples, serve-se água gaseificada, ou das pedras, para aumentar a sensibilidade das papilas gustativas.
Quando não lhe servirem um copo de água, aconselho vivamente: peça-o! Verá que vale a pena :)



--

If there is a detail that makes me love a coffee (space) is when it is served a glass of water, with the coffee (drink) and without asking. It is an immensely simple detail and that makes all the difference. In Portugal, we have no such custom, as in Vienna (Austria), for example, where the glass of water is already part of the tradition. 
Not being a mere courtesy, the glass of water have a specific purpose: to cleanse the palate before drinking the coffee, so we can better appreciate it. To make the experience even more refined, instead of simple mineral water, ir is served sparkling water to increase the sensitivity of taste buds. 
When not serve you a glass of water, I strongly advise: ask for it! You'll see it's worth :)

# 18 : Clássicos de sábado n. 2 // Saturdays' Classics nr. 2

(English version below)

Um dos meus Clássicos de Sábado favoritos começa com uma exposição no sábado de tarde. Ontem, fui visitar "O Brilho das Cidades - a rota do azulejo", uma exposição fantástica de azulejos na Gulbenkian. Como tenho um fraquinho por azulejos, fiquei maravilhada. A quem ainda não foi visitar, recomendo vivamente, e rápido! Acaba já no próximo fim-de-semana.


A seguir à exposição, fui ao Chiado, beber um café ao Aprazível, um espaço giríssimo no Pateo Siza. Embora tenha começado a chover, foi um fim de tarde fantástico.
Depois de um jantar fantástico no Café Buenos Aires, fui assistir à peça "A noite", de José Saramago no Teatro da Trindade. Com actores fantásticos, e um texto genial, fui um óptimo espectáculo.


Para terminar a noite, seguimos para o Hard Rock Café Lisboa, para um copo e por a conversa em dia. É um clássico! E eu adoro :)

--

One of my favorite Saturdays' Classics begins with an exhibition on Saturday afternoon. Yesterday, I went to see "The Brightness of Cities - the route of tile", a fantastic display of tiles in the Gulbenkian. Given that I have a soft spot for tiles, I was amazed. I highly recommend, and quickly!
Following exposure, I went to Chiado, drinking a coffee at Aprazível a nice place in Pateo Siza. Although it started raining, it was a fantastic afternoon.
After a fantastic dinner at Cafe Buenos Aires, I went to see the play "The Night" by José Saramago at the TrindadeTheatre. With fantastic actors and a brilliant text, it was a great show.
To end the evening, we went to the Hard Rock Cafe Lisbon for a drink and catch up. It's a classic! And I love it :)

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

# 17 : Sugestões para o fim-de-semana // Suggestions for the weekend

(English version below)


Com o mau tempo que ameaça permanecer em Lisboa, aqui deixo três sugestões confortáveis e deliciosas para o fim-de-semana, para que não perca o animo com um céu tão tristonho. Para começar, aproveite os últimos dias de exibição da peça "A noite" de José Saramago no Teatro da Trindade.


Também quase a acabar está a exposição "O Brilho das Cidades - a rota do azulejo" na Fundação Calouste Gulbenkian. Quando sair, e se a chuva tiver acabado, aproveite e passeie pelo jardim. Deverá estar mais verde que nunca!


Por último, no domingo, escolha um bom filme e prepare uma sessão de Home Cinema. Não há nada mais delicioso numa noite de temporal que ficar em casa, confortável, a ver um bom filme em excelente companhia..


Bom fim-de-semana :)

--

With the bad weather threatening to stay in Lisbon, here I leave three comfortable and delicious suggestions for weekend, so do not miss the cheer with such a gloomy sky. For starters, enjoy the last days of viewing the play "The Night" by José Saramago at the Trindade Theatre.
Is also almost finished the exhibition "The Brightness of Cities - the route of tile" at the Calouste Gulbenkian Foundation. When you leave it, and if the rain is over, take a stroll through the garden. Must be greener than ever!
Finally, on Sunday, choose a good film session and prepare a home cinema session. There is nothing more delicious on a stormy night than stay at home, comfortable, watching a good movie in excellent company ..
Have a nice weekend :)

# 16 : Let it Snow @ Lisbon

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

# 15 : Ciclo Segunda Guerra Mundial // Second World War's film cycle

(English version below)

No dia 6 de Janeiro começou, na Casa da Achada, um ciclo de cinema dedicado à Segunda Guerra Mundial, o qual se prolongará até Março. No total serão transmitidos 13 filmes, por ordem cronológica, sempre às segundas-feiras às 21h. O próximo filme a ser exibido será o Stalag 17.
Infelizmente, o horário de exibição não me permite assistir ao Ciclo, mas vou tentar reproduzi-lo em casa ao fim-de-semana... um por um e pela mesma ordem.


--

On January 6th began in the Casa da Achada a film cycle dedicated to the Second World War, which will last until March. In total there will be 13 film,s broadcast in chronological order, always on Mondays at 21pm. The next film to be shown will be the Stalag 17. 
Unfortunately, the time display does not allow me to watch the cycle, but I will try to reproduce it at home at the weekends... one by one and by the same order.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

# 14 : Andar a pé em dias de chuva // Walking on rainy days

(English version below)

E pronto, basicamente, o que tenho a dizer é isto:


Serei a única a não conseguir chegar a casa seca em dias de chuva?! É que por muito que me tape toda com casacos, tenha um chapéu-de-chuva larguíssimo, há sempre um carro que acha por bem encher-me de água! Enfim..

--

Well, basically what I have to say is this: 
Am I the only one who fails to reach home dry on rainy days?! It is that however I tape myself with coats, and have an umbrella very broad, there is always a car that fill me with water!

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

# 13 : Yaami Sushi

(English version below)

Há cafés e restaurantes que começam com uma grande ideia, parecem bastante promissores, mas acabam por ter pouco sucesso. Ora a qualidade falha, ora o conceito não está bem idealizado, ora nada funciona. O Yaami, é um desses casos. Quando abriu, parecia ter tudo para dar certo: uma localização fantástica, um espaço giríssimo, um Staff atencioso, a ideia de ser um ponto para um almoço rápido de comida japonesa, ... Mas depois, falhou no essencial: a qualidade. Não estou a dizer que os ingredientes eram fracos ou o aspecto lamentável, muito pelo contrário, mas a ideia de ter as peças de Sushi embrulhadas quase individualmente não funcionou. No final da refeição, ficamos com um tabuleiro cheio de embalagens de plástico, uma lástima, já para não falar da alteração de sabor que os embrulhos provocam. Quanto aos noodles, que surgem sempre como uma boa opção, são insossos, uma pena.
Felizmente, o Yaami teve a ousadia e a humildade de se reinventar, aproximando-se mais do conceito do Go Natural, oferecendo, para além do Sushi (que lamentavelmente continua a vir em embrulhos) e dos noodles, sopas, wraps, quiches, bolo, etc... Embora ainda tenha algumas arestas por limar (como deixar de tentar inovar e começar a fazer as quiches com massa, pois só o creme torna-se enjoativo), o Yaami parece ter encontrado, finalmente o seu rumo. Está de parabéns!! 


--

There are cafes and restaurants that start with a great idea, seem very promising, but end up having little success. Sometines the quality fails, sometimes the concept is not well designed, sometimes nothing works. The Yaami, is one such case. When it opened, it seemed to have everything going for him: a fantastic location, a nice space, attentive Staff, the idea of ​​being a spot for a quick lunch of Japanese food, ... But then it failed on the essential: the quality. I am not saying that the ingredients were weak or unfortunate aspect, quite the contrary, but the idea of ​​having the pieces of Sushi individually wrapped almost did not work . At the end of the meal, we are left with a tray full of plastic, a shame, not to mention the change of flavor that the packages cause. As for the noodles , which always appear as a good option, they are bland, too bad.
Fortunately, Yaami had the boldness and humility to reinvent itself, approaching more the concept of Go Natural, offering, in addition to the Sushi (which unfortunately continues to come in packages ) and noodles, soups, wraps, quiches, cakes, etc ... Although it still has some rough edges (like stop trying to innovate and start making quiches with mass, because only the cream becomes cloying), the Yaami seems to have found finally its turn. It is to be congratulated!

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

# 12 : Vila Literária de Óbidos // Literary Village of Obidos

(English version below)

Nesta minha curta passagem por Óbidos, visitei 2 das livrarias mais bonitas e originais que encontrei em Portugal. A primeira funde-se com o Mercado biológico, formando um espaço magnífico cheio de livros, discos e produtos biológicos. Um conceito fresco, inovador, que nos arrebata a alma, e onde nos apetece ficar por horas, sentados no chão, a ler. Um dos pormenores que mais gostei foi constatar que as estantes são caixas da fruta em madeira, criando a fusão perfeita entre a cultura e a agricultura.

Percorrendo a Rua Direita até ao fim encontramos a Grande Livraria de Santiago, uma livraria lindíssima construída dentro da antiga Igreja de Santiago. Um espaço lindíssimo, com um altar magnífico, que funde a arte sacra com a modernidade da estrutura em madeira e dos livros novos. Fiquei rendida!


--

In this short passage through my Óbidos, I visited 2 of the most beautiful and unique bookstores that I found in Portugal. The first merges with a biological market, forming a magnificent space full of books, records and biologics. A fresh, innovative concept, snatching the soul, and where we feel like staying for hours, sitting on the floor reading. One detail I liked most was discovering that the shelves are boxes of fruit on wood, creating the perfect fusion between culture and agriculture.
Walking the Street Direita to the end we found the Grande Livraria de Santiago, a beautiful bookstore built into the old church of Santiago. A beautiful space with a magnificent altar, sacred art that fuses with the modernity of the wooden structure and new books.



domingo, 12 de janeiro de 2014

# 11 : O melhor deste fim-de-semana // The best off this weekend

(English version below)

Visitar o Jardim do Bonfim, em Setúbal, no sábado, aproveitando o sol delicioso que espreitou no céu após tantos dias de chuva.



Encontrar o casaco mais quente e confortável do mundo no Closet da minha mãe. Não o larguei por um segundo este fim-de-semana..


E, por fim, relaxar um pouco no domingo, após o escurecer. Tomar um banho demorado, vestir algo confortável e acender uma vela. Adoro!


--

Visit the Garden of Bonfim, in Setubal, on Saturday, enjoying the delicious sun that peeked in heaven after so many days of rain.
Find the most warm and comfortable coat in the world in my mother's closet. I did not let him go for a second weekend this week ..
And finally, relax a bit on Sunday, after dark. Take a leisurely bath, wear something comfortable and light a candle. I love it!



sábado, 11 de janeiro de 2014

# 10 : Saturday's breakfast

Para começar bem o dia, o pequeno-almoço de hoje foi bem simples.. Um iogurte natural açucarado com aveia e maçã vermelha. Estava delicioso!!


sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

# 9 : Peito de frango recheado com morcela e ananás dos Açores

(English version below)

Na quarta-feira, por acaso, esbarrei com uma gravação do Chef's Academy (confesso que nem conhecia a existência de tal programa!), um programa da RTP, onde um Chef (acho que se chamava o Chef Kiko) ensinava uma receita bastante fácil de peito de frango recheado com morcela e ananás.
Pareceu-me tão saborosa que nessa mesma noite, já que tinha um pequeno jantar em casa, experimentei-a, com apenas algumas alterações. É óptima e super fácil de preparar.

Peito de frango recheado com morcela e ananás dos Açores

Peitos de frango (usei peitos comprados no supermercado, sem pele; na receita original mantinha-se a pele).
Ananás dos Açores cortado em pedacinhos
Morcela desfeita
Açúcar
Azeite
Sal
Pimenta
Louro
Alecrim
Tomilho

Prepara-se uma marinada com azeite, sal, pimenta, louro, alecrim e tomilho e regram-se os peitos de frango (já abertos ao meio). Reserva-se enquanto se preparam os restantes ingredientes.
Numa frigideira, deixa-se o açúcar (pouco) derreter até formar uma espécie de caramelo. Junta-se o ananás e deixa-se caramelizar um pouco. Junta-se a morcela desfeita e deixa-se cozinhar até a gordura da morcela derreter (se não for artesanal, poderá ser necessário adicionar umas gotinhas de azeite). Por fim, recheiam-se os peitos de frango com o preparado de ananás e morcela (prendendo depois com palitos para fechar) e leva-se ao forno com o restante molho da marinada.

Toda a gente adorou :)


--

On Wednesday, by chance, I bumped into a recording of the Chef's Academy (I confess I did not even know the existence of such a program!), a program of RTP, where a Chef (I think he was called the Chef Kiko ) taught a very easy recipe of chicken breast stuffed with black pudding and Azores' pineapple.
It seemed so tasty that that night, since I had a small dinner at home, I tried it with just a few changes. It's great and super easy to prepare .

Chicken breast stuffed with black pudding and pineapple from Azores

Chicken breasts (I used breasts from the supermarket, skinless, in the original recipe  the skin is remained) .
Azorean pineapple cut into small pieces
Undone black pudding
Sugar
Olive oil
Salt
Pepper
Bay
Rosemary
Thyme

Prepare a marinade with olive oil, salt, pepper,bay, rosemary and thyme and Regram up chicken breasts (already cracked open). Reserves while preparing the remaining ingredients.
In a frying pan, allowed to sugar (just a little bit) melt to form a kind of candy. Joins the pineapple and allow it to caramelize slightly. Joins undone black pudding and allow it to cook until the fat of the black pudding melt (if it is not handmade, it may be necessary to add a few drops of olive oil). Finally, litters up the chicken breasts with the pineapple and black pudding (holding then with toothpicks to close) and leads to the oven with the remaining sauce marinade.

Everyone loved it :)

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

# 8 : Portuguese shoes - The Sexiest Industry in Europe

(English version below)

Esta campanha já tem umas semanas, mas nunca é demais vê-la e revê-la, mostrando a toda a gente e gritando aos sete ventos que é no nosso país que se fazem os sapatos mais giros e com melhor qualidade do mundo!!





--

This campaign already has a few weeks, but it is never too much to see it and review it, showing to everybody and screaming to the winds that is in our country where are made the cutest and best quality shoes in the world!

# 7 : 1st anniversary

(English version below)

Comecei este blog há um ano atrás, sem contar a ninguém e sem saber, muito bem, como ele seria. Hoje, com a ideia mais amadurecida, orgulho-me do que fiz e espero continuar este projecto com a mesma energia e dedicação do início, fazendo todos os dias um pouco melhor.
Obrigado por fazer parte, enquanto leitor, do "a Cat in Lisbon". Este aniversário também é seu :)



--

I started this blog a year ago, without telling anyone and without knowing, very well, as it would be. Today, with more mature ideas, I am proud of what I did and I hope to continue this project with the same energy and dedication from the beginning, making it every day a little better.
Thanks for being part, as a reader, of the "a Cat in Lisbon." This birthday  is also yours :)

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

# 6 : Missing Summer already..

(English version below)

Gosto imenso do Inverno, das roupas e dos dias de chuva, mas por vezes fico cheia de saudades do Verão..


--

I like Winter very much, the clothes and the rany days, but sometimes I miss the Summer...

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

# 5 : The Decadente Restaurante / The Decadente Restaurant

(English version below)


Já rendida ao The Decadent enquanto bar, no Domingo fui experimentar o restaurante. Gostei imenso! Com uma variedade de pratos adequada, estava tudo óptimo! Tanto de paladar, como de qualidade, imagem e de originalidade na combinação dos paladares. De entrada, experimentei uma manteiga maravilhosa de ervas com pão rústico, uma salada de inverno soberba e o pica-pau com mostarda, que nos deu aquele toque de conforto. Depois pedi um prato vegetariano de Couscous. Estava divinal! Com a quantidade adequada e uma variedade imensa de sabores.
O ambiente era o mesmo de sempre, muito cozy, com os aquecedores de exterior a trazer-nos o calor adequado numa noite tão fria e chuvosa como a do último Domingo (ficámos no terraço), e o staff, simpático e atencioso como sempre!


--

Already surrendered to the Decadent as a bar, on Sunday I went to try the restaurant. I really enjoyed! With an appropriate variety of dishes, everything was great! Both of taste, and quality, image and originality in the combination of flavors. For the start, I tasted a wonderful herb butter with rustic bread, a superb winter salad and a pica-pau with mustard (a Portuguese dish consisting of a steak cut into little pieces), which gave us that touch of comfort. Then, I ordered a vegetarian dish of Couscous. It was heavenly! With the proper amount and a huge variety of flavors.
The atmosphere was the same as always, very cozy, with patio heaters bring us proper heat in such a cold and rainy might like last Sunday (we were on the terrace) , and the staff, friendly and helpful as always!

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

# 4 : Os Maias

(English version below)

Ainda que me recuse a cair nos clichets de Ano Novo, de achar que é naquela meia-noite que tudo vai mudar, e que os novos dias serão completamente diferentes, melhores e mais felizes dos últimos de 2013, o que é certo é que estes meros primeiros 6 dias do novo ano me têm trazido grandes e agradáveis novidades. Uma delas, e talvez uma das maiores, foi a descoberta de que o YouTube têm, dividida em 4 filmes, a mini-série completa de "os Maias", uma adaptação brasileira maravilhosa do livro do Eça. Embora tenha o DVD, e de já ter visto pelo menos 2x na televisão, fiquei super excited por encontrar "os Maias" nos YouTube, porque assim vou poder vê-la, ou ouvi-la, a toda a hora, onde quer que esteja e que tenha Internet!
Embora já tenha lido dezenas de dezenas de livros (a última vez que contei, tinha 18 anos e já ia com uns 180 e tais..), poucos me marcaram tanto quanto "os Maias". De entre os romances que li, "os Maias" está, certamente, e até à data, no meu top 5! É fabuloso, absolutamente genial, continuando a caracterizar fielmente (embora com o distanciamento temporal devido) a nossa sociedade. O Eça era um escritor sublime, uma daquelas pessoas que tenho pena de nunca ter podido conhecer pessoalmente.
Não obstante algumas modificações importantes, como a introdução, em 2º ou 3º plano, da saga do Raposão de "a Relíquia", ou a alteração da cena em que o Carlos descobre que a Maria Eduarda é sua irmã, a mini-série foi magnificamente bem produzida, retratando fielmente o modo como imaginei as diferentes personagens e cenas.
Para quem não viu, e tiver curiosidade, aqui vos deixo a 1ªa parte... é linda :)


--

Although I refuse to fall in the New Year's clichets , finding that midnight that everything will change, and that the new days will be completely different, better and happier than the last ones of 2013, what is certain is that these mere first 6 days of the new year have brought me great and nice news. One, and perhaps one of the largest, was the discovery that YouTube have the complete mini-series "os Maias" , a wonderful Brazilian adaptation of the book of Eça. Although the I have theDVD, and although I have seen at least 2x on television, I was super excited to find "os Maias" on YouTube, because then I can see it, or hear it, all the time, wherever I am and where I have Internet!
Although I have read dozens of dozens of books (the last count, I was 18 years old and I had already read 180 and such .. ), the "os Maias" is one of may favorites. Among the novels I read, "os Maias" is certainly and so far , in my top 5 ! It is fabulous, absolutely brilliant, continuing to faithfully characterize (although with proper temporal differences ) our society. Eça was a sublime writer, one of those people who I feel sorry for never having been able to meet personally .
Although with some important modifications, such as the introduction in the 2nd or 3rd level, the saga of the Raposão from "A Relíquia", or changing the scene where Carlos discovers that Maria Eduarda is her sister, the mini-series was magnificently well produced, faithfully portraying how I imagined the different characters and scenes.
For those who did not, and are curious, here I leave the 1st part ... it is beautiful :)

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

# 3 : Christmas is dangerous - part II

De volta ao trabalho, hoje fui almoçar ao Go Natural no Bes Arte e Finança, um sítio que adoro, porque posso almoçar deliciosamente e ainda tenho tempo para ver uma exposição (actualmente estão expostas umas fotografias fantásticas de Helena Almeida). Como sou magra, após os abusos do Natal, sinto-me a rebentar, mas como com qualquer pessoa, são apenas umas gramas a mais que entram e que rapidamente vão ao lugar com o regresso à normalidade. É mais psicológico do que outra coisa, nunca conheci ninguém que engordasse mais dia que 2kg nesta quadra!
Pelo que, qual não é o meu espanto, quando hoje sou abordada, a caminho do almoço, por um senhor que tão insistentemente me queria oferecer um programa de controlo de peso!!! Eu sei que é marketing puro, pouco inteligente, mas enfim, e que ele faz isso a todas as pessoas que vê a passar na rua, especialmente mulheres, mas será que não lhe ocorre que: 1) não se abordam pessoas sobre questões de saúde ou estética no meu da rua, quer aparentem precisar ou não; 2) mesmo que seja evidente a necessidade, são questões pessoais e delicadas e que, por isso, não vão pular de alegria com semelhante proposta; 3) sou magra, mas não sou esquelética, da para ver perfeitamente que é o meu corpo normal!
São abordagens quase tão más quanto a de duas senhoras que, no metro, há um ano e meio, me queriam forçar a aceitar o lugar delas porque, segundo as mesmas, "estava grávida". Será que, por estar tão contente naquele momento pela compra que tinha acabado de fazer (umas ash lindas a metade do preço!!!), as senhoras acharam que tanta histeria só poderia significar que estava de esperanças?! Ainda por cima era de verão, com roupa leve (e mais reduzida do que o normal), em que se via perfeitamente que, a estar à espera de bebê, não seria há mais de umas horas!!!! Fiquei tão embaraçada com a insistência, que mesmo após recusar 3x não parava, que toda a minha entusiasmaste alegria esse dia passou... 
Quando me lembro destes episódios, só me da vontade de rir, mas na altura fico furiosa! Por isso, quando vejo alguém com uma barriga maior do que o normal, mesmo que seja de 9 meses, nunca toco no assunto antes de me o dizerem directamente... nunca se sabe :P


quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

# 2 : Ano Novo // New Year

(English version below)

Dizem que devemos iniciar o novo ano como o queremos viver, e eu levo esta máxima muito a sério. Dizem que devemos usar uma peça nova de roupa azul (para termos sorte) e que, à meia noite, temos de comer 12 passas (uma por cada desejo que queremos que seja satisfeito) ao som das 12 badaladas e subir a uma cadeira com uma nota na mão (para que o ano comece "para cima" e para que tenhamos dinheiro). 
Pessoalmente, gosto de entrar no novo ano feliz, com um belo vestido, rodeada de pessoas de quem eu gosto. Gosto de ir para a cozinha preparar uns pratos fantásticos e de ficarmos em casa a jantar e a conversar até de madrugada. Gosto de brindar à meia-noite com flutes de Champagne ou Espumante, gosto de comer as 12 passas (mesmo não gostando de passas) e de pedir 12 desejos. Volvido um ano, nunca me lembro concretamente do que pedi, mas não abdico de o fazer. É naquele momento que penso com seriedade no que será verdadeiramente importante e naquilo que me faz feliz.
Este ano, refugiei-me em Óbidos com uns amigos e passámos uma óptima noite de muita conversa, risadas e animação. Começar o ano entre amigos é fantástico, sentia-me muito feliz e serena, pois sabia que todos aqueles que me rodeiavam naquele momento são algumas das pessoas com quem sei que vou passar grande parte do ano que agora se inicia, com quem vou rir e, quem sabe, até chorar. São aqueles a quem ligarei para combinarmos uma visita àquela nova exposição que irá abrir na cidade e com quem combinarei inúmeros jantares ao fim-de-semana para por a conversa em dia. São aqueles de quem vou ter saudades ao final de uma semana intensa de trabalho, aqueles que aturarão o meu mau feitio e com quem quererei entrar em 2015.
Depois das 12 badaladas, ligo à minha família e aos amigos que estão longe naquela noite. Lembro-me sempre de todos e peço, num dos meus desejos, que todos eles tenham um ano magnífico.


--

They say you should start the new year as we want to live it, and I take this rule very seriously. We are told to use a new piece of blue clothing (to have luck) and that, at midnight, we have to eat 12 grapes (one for every desire we want to be satisfied) to the sound of the 12 chimes and climb to a chair with a bill in hand (for the year start "up" and for we have money) .
Personally, I like to enter the new year very happy, with a beautiful dress, surrounded by people I care about. I like going to the kitchen to prepare some fantastic food and stay at home having dinner and talking until dawn. I like toast at midnight with flutes of Champagne, I like eating 12 grapes (even I do not like grapes) and asking for 12 wishes. A year after, I never remember specifically what I asked, but I do not relinquish to. It is at that moment that I think seriously what is truly important and what makes me happy .
This year, I took refuge in Obidos with some friends and we spent a great evening of great conversation, laughter and excitement. Start the year among friends is fantastic, I felt very happy and serene, knowing that all those who surrounded me at that time are some of the people I know I will spend much of the new year, with whom I'm going to laugh and maybe even cry. They are those whom I'll call to combine a visit to that new exhibition that will open in the city and with whom I will combine numerous dinners to weekend to catch up. Are those who I will have missed the end of an intense week of work, those who endure my temper and with whom I will want to enter in 2015 .
After the clock strikes 12, I turn to my family and friends who are far away that night. I always remember and pray for all to they all have a wonderful year.

# 1 : O primeiro post de 2014 // First 2014's post

Bom anooo :D


--

Happy New Year :D