segunda-feira, 16 de setembro de 2013

# 154 : Turista em Lisboa por um dia - Free Walking Tours com aChill-out

(English version below)

No sábado, aceitei um convite de uns amigos e voltei a ser turista em Lisboa. De manhã, juntámos-nos ao grupo da Lisbon Chill-Out Tours e percorremos a cidade, do Chiado à Graça, pelos olhos do José, o nosso guia. Por uma feliz coincidência, todos os turistas era brasileiros, o que nos permitiu ouvir as histórias da cidade em português. Como qualquer boa história, é muito mais rica na sua língua-mãe..


Partindo do Largo Camões, descemos o Chiado em direcção ao Largo do Carmo. Na passagem, ouvimos a história do Chiado, espreitámos as lojas antigas e admirámos os edifícios.


No Largo do Carmo, falámos do terramoto, da reconstrução da cidade depois da tragédia e do 25 de Abril. 



Descendo, chegámos ao Rossio...




... passámos pelo teatro nacional e caminhámos em direcção à Igreja de S. Domingos.


Da Igreja de S. Domingos, percorremos a Baixa e chegamos à Casa dos Bicos. Nesta casa, que em tempos se pensava estar revestida de diamantes, falámos da Rota das Sedas e do antigo mercado no Campo das Cebolas. Admiramos as árvores e recordamos aquele tempo em que éramos tão grandes... Se para nós as histórias eram um encanto, para os brasileiros eram pura magia. Ouviam tudo, queriam saber mais e sonharam com o que era Lisboa naquele tempo.


Seguindo em direcção a Alfama, passamos pela Judiaria, cheia de recantos e pormenores,


e parámos à porta da Tininha. De uma simpatia contagiante, a Tininha é de uma doçura tão grande quanto a sua ginjinha. Ficámos a conhece-la, tirámos imensas e fotografias e decorámos onde fica este cantinho para que não o esqueçamos. Espero voltar lá em breve e por muitas vezes, a ginjinha da Tininha será paragem obrigatória nas nossas passeatas pelas ruas de Alfama.


De alma cheia e com o ânimo renovado, subimos a colina e chegámos à Graça, a nossa última paragem. A vista é linda! Chega o momento das despedidas. Nestas 4 horas, ficámos amigos, trocamos emails e partimos cheios de saudades... 
Foi a primeira vez que participei numa free walking tour e adorei! Recomendo a todos, é fantástico!



--

On Saturday , I accepted an invitation from some friends and went back to being a tourist in Lisbon. In the morning, we joined the group of us Lisbon Chill - Out Tours and traveled the city, from the Chiado to Graça, through the eyes of José, our guide . By a happy coincidence, all tourists were Brazilians, which allowed us to hear the stories of the city in Portuguese . Like any good story, it is much richer in their mother language...
Starting from Largo Camões , we went down through Chiado towards Largo do Carmo. In passing, we heard the story of the Chiado, peeked antique shops and admired the buildings. In Largo do Carmo, we spoke of the earthquake, the rebuilding of the city after the tragedy and April 25th .
Down, we arrived at Rossio, we passed by the national theater and walked towards the Church of S. Domingos.
From there we traveled to the Casa dos Bicos . In this house, which was once thought to be coated diamond, we spoke of the Silk Route and the old market in the Campo das Cebolas . We admire the trees and remember that time when we were so big... If for us the stories were a delight, to the Brazilians were pure magic. They listened to everything, they wanted to know more and dreamed of what Lisbon was at the time.
Following towards Alfama, we passed by our Judiaria (Jewry), full of nooks and details, and we stopped at the door of Tininha. With a contagious sympathy, Tininha is a sweetness as big as her ginjinha. We were to meet her, we took lots of photos and decorate this corner which is not to be forgotten. I hope to return there soon and often the ginjinha Tininha be the obligatory stop in our marches through the streets of Alfama.
With renewed vigor, we climbed the hill and came to Graça, our last stop. The view is beautiful! Comes the moment of goodbyes. In these four hours, we were friends, we exchanged emails and set off full of longing ...
It was the first time I attended a free walking tour and loved it! I recommend to all , it's fantastic !